Entenda!

Infarto Agudo do Miocárdio

O Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) é uma das principais causas de morte no Brasil e em todo o mundo. Ocorre quando há uma obstrução repentina nas artérias coronárias, responsáveis por irrigar o coração, levando à interrupção do fluxo de sangue ao musculo cardíaco (o miocárdio) e à morte das suas células. A principal causa desta obstrução é a ruptura de uma placa de gordura dentro da luz das artérias do coração, chamada de placa de ateroma.

Contribuem de maneira decisiva para o aparecimento do IAM a pressão alta, o diabetes, altas taxas de colesterol no sangue, o fumo (mesmo que de poucos cigarros), o peso acima do ideal, a falta de atividade física, o estresse e uma dieta pobre em fibras e rica em açúcares, gorduras e carboidratos. Os pacientes, em geral, tem mais de 50 anos e as mulheres antes da menopausa são menos suscetíveis à doença.

A principal apresentação é o desconforto no peito em queimação ou em aperto, podendo ser irradiado para o pescoço, as costas ou o braço e estar associado a sintomas como falta de ar, cansaço para fazer esforços habituais, suor frio, náuseas ou vômitos. É importante lembrar que a maioria dos pacientes tem somente parte dos sintomas mencionados e pode não ter a dor.

No infarto, o tempo entre o início dos sintomas e a instituição do tratamento adequado é fundamental! Se existir a suspeita de um IAM, o paciente deve rumar imediatamente para um hospital para fazer o diagnóstico, que depende basicamente de um eletrocardiograma e de exames de sangue. O tratamento é feito com medicações antiplaquetárias, como o Ácido Acetilsalicílico, controle da pressão e dos batimentos cardíacos, um cateterismo cardíaco (exame em que se passa um cateter até as artérias coronárias para encontrar a lesão dentro da luz dos vasos) e a reabertura da artéria, seja por angioplastia (procedimento em que se abre um balão ao nivel da lesão na artéria coronária) ou por cirurgia de ponte de safena/mamária. Após o tratamento agudo do IAM, a continuidade do acompanhamento do paciente, para controle dos fatores de risco e a prevenção de novos eventos, é extremamente importante para diminuir o risco de pacientes.

 

Angiocare Serviços Médicos S/S. LTDA Rua Itapeva 378, Cj 144 - São Paulo (SP). Copyright © 2017 Todos os direitos reservados.